More news

Carros lendários na Suíça às margens do Lago Léman com a Hublot

Close

De 6 a 8 de setembro de 2012, a cidade de Montreux, na Suíça, às margens do Lago Léman, tornou-se a capital do esporte automobilístico reunindo 120 carros lendários excepcionais para um rali histórico e uma exposição única no mundo: os carros cedidos pelo Museu Alfa Romeo d’Arese, dentre os quais o Alfa P3, um carro de assento único, vitorioso em 46 corridas entre 1932 e 1935.

Um evento magnífico do qual a Hublot tem muito orgulho de se associar. De fato, ninguém esqueceu as horas emocionantes do Grande Prêmio de Montreux, como na edição de 1934 com sua luta impiedosa entre Philippe Etancellin ao volante de seu Maserati e o Alfa Romeo da escuderia dirigida por um certo… Enzo Ferrari.

Na época, o Sr. Biver estava ao volante de sua Ferrari 275 GTB 1967 para participar do Revival entre Montreux e Caux, uma rota mágica que oferece uma vista panorâmica do lago e que ele conhece muito bem, já que se encontra bem perto de sua propriedade particular.

A Ferrari 250 SWB 1961, o Ford GT 40, a BMW 507 de 1957, a Bugatti T35 1926, os Alfa Romeo Spyder protótipo Bertone, a Mac Laren M1 C de 1966, a Maserati M6 1928…. Montreux reata com a tradição, voltando a ser por 3 dias a capital do esporte automobilístico e da elegância.

"Muitas vezes, o carro excepcional ou o carro de coleção são apenas a busca do brinquedo de infância com o qual o adulto pode reviver seus sonhos de criança. É esta dimensão emocional
que faz finalmente o verdadeiro valor e representa o verdadeiro significado do carro de coleção. Carro e relógio pertencem, ambos, ao mesmo mundo: o do sonho e do brinquedo." Jean-Claude Biver, Presidente da Hublot que participou do Grande Prêmio de Montreux ao volante de sua Ferrari 275 GTB 1967 e que entregou no jantar de gala no sábado à noite um relógio Hublot Classic Fusion Titânio ao ganhador do sorteio entre os participantes.

Cerca de 100 carros excepcionais de 1946 a 1986 roncaram seus motores nas estradas de Romandie, de Montreux a Gstaad pelo Passo de Pillon, nas

estradas dos vinhedos de Lavaux (classificadas pela Unesco) para terminar pelo Revival Montreux Caux, um pouco mais de 4 quilômetros com 900 metros de desníveis (!). A jornada abrangeu um concurso de elegância onde centenas de pessoas se aglomeraram às margens do lago para admirar os bólidos.

Homenagem ao passado, mas também conscientes das apostas do futuro, a organização do Grande Prêmio de Montreux e seu presidente Ezio Vialmin desejaram igualmente acolher Erik
Comas, antigo piloto de F1, que apresentou um carro do futuro, de grande desempenho e único em sua categoria.

A HUBLOT já está presente no mundo automobilístico e é parceira das duas marcas internacionais de maior prestígio deste universo: a Ferrari e a Formule 1. Depois de ter sido parceira do 50o aniversário da mística Ferrari 250 GTO, a Hublot tem orgulho de ser associada hoje dessa reunião de prestígio, ainda mais sendo organizada em sua própria região, já que a fábrica se encontra em Nyon, na região de Vaud.

All intellectual property rights reserved. Privacy - The 3 company principles - Responsible Jewellery Council - Personal data policy- Contact