Featured image

Corindo natural azul, cujo nome origina-se no hebraico "Sappi", que resultou no grego "sppheiros", transcrito para latim e francês como “sapphir”. Na Antiguidade, a safira era conhecida pelo nome grego "huakinthos", atribuído à íris azul. As principais jazidas de safira encontram-se na Caxemira, em Myanmar, no Sri Lanka, Camboja, Vietnã, China e Austrália.
Chamada de pedra celestial devido à sua cor azul, ela simboliza a imortalidade, a pureza e a sabedoria. Também é um talismã para o viajante. A safira azul protege contra a febre e os ferimentos, proporcionando segurança, paz e prudência a seu portador.

Todos os direitos de propriedade intelectual reservados. Privacidade - Os 3 princípios da empresa - Responsible Jewellery Council - Política de privacidade- Contato