15 Outubro 2019

DEPOIS DA SAFIRA, UM MATERIAL TRANSPARENTE INÉDITO PARA PROPOR UM VERDE ESMERALDA

Hublot Big Bang MP-11 SAXEM
A proeza com as cores do SAXEM verde, para o Big Bang MP-11

Após investir em massa na industrialização da safira de várias cores (transparente, negra, amarela, azul e vermelha) – material mais difícil de produzir – para dispor das quantidades necessárias para criar seus modelos, e considerando a impossibilidade de propor um verde esmeralda neste material, a Hublot explorou novos caminhos. Hoje, a marca pode revisitar o design ultratécnico e contemporâneo do modelo MP-11, moldando sua caixa em um material inovador inédito na relojoaria. Dotado de um verde profundo que rivaliza com as mais belas esmeraldas, o SAXEM associa resistência incomparável com um brilho próximo ao do diamante. Nesta caixa totalmente transparente, bate um calibre de corda manual com reserva de marcha excepcional de 14 dias, garantida por sete bariletes visíveis ao lado do mostrador.

“Com este novo Big Bang MP-11, a Hublot afirma, mais uma vez, sua soberania em matéria de inovação, tanto no plano técnico quanto no plano estético. Ao propor aos aficionados por proezas um material de ponta utilizado nas aplicações de altíssima tecnologia, especialmente em satélites, e associando este material com um movimento manufatura de desempenhos simplesmente histórico, deixamos nossa Arte da Fusão com uma cara nova.”

Ricardo Guadalupe

CEO HUBLOT

A Hublot reafirma seu papel, na vanguarda de inovação, ao apresentar o MP-11 – depois do carbono 3D e da safira transparente em um material de alta tecnologia que nunca tinha sido utilizado em uma caixa de relógio. Este é o SAXEM, que quer dizer: Sapphire Aluminium oXyde and rare Earth Mineral. Para obter essa tonalidade de verde, essa transparência e esse brilho inigualáveis, a fábrica da Hublot, que hoje domina o conceito de fusão, misturou óxido de alumínio, componente de base da safira, com terras raras, como o túlio, o hólmio, bem como o crômio. Resultado: um material mais duro que a esmeralda (que é excessivamente macia para ser usinada), dotado de um brilho superior ao da safira. Outras vantagens: a ausência de tensões no material confere mais estabilidade à etapa de moldagem, ao passo que a estrutura cristalina de tipo cúbico garante uma mesma nuance e intensidade de cor, independentemente do ângulo a partir do qual a caixa é observada. Assim, o SAXEM verde, inteiramente polido, forma um contraste de muito caráter com os seis parafusos em H do bisel de titânio preto polido e microjateado, bem como a coroa preta, que conjuga titânio e inserções de borracha.

Uma mecânica de alto desempenho

Com um chassi inovador e motor excepcional, este Big Bang MP-11 abriga o batimento de um calibre esqueleto de corda manual, que dispõe de uma reserva de marcha inédita de duas semanas. A Hublot realizou esta proeza graças a uma arquitetura de movimento original e espetacular que integra sete bariletes pareados em série, tudo isso com uma espessura bem aceitável de 10,92 mm. Desafio adicional, para permitir que a energia seja transmitida entre o eixo horizontal dos bariletes e a roda vertical que opera a exibição das horas e dos minutos, os criadores apelaram para um sistema raríssimo na relojoaria: um retorno de 90 graus por intermédio de uma roda de engrenagem com dentição helicoidal, de tipo "parafuso sem fim". Para garantir um bom equilíbrio estético em relação a esta roda helicoidal, visível às 10h, o balanço de rutênio cinza antracite foi deslocado para o lado do mostrador, em uma posição simétrica, às 2h. O calibre Hublot HUB9011, formado por 270 componentes, se diferencia também pelo seu sistema de raquetterie patenteado, seu escape de silício e suas pontes e platinas pretas. A reserva de marcha é exibida diretamente em um cilindro posicionado à esquerda dos sete bariletes, face à menção DAY POWER RESERVE, gravada no vidro de safira. A legibilidade do mostrador auxiliar de horas/minutos é realçada por ponteiros e índices destacados pelo revestimento luminescente verde. O vidro de safira com tratamento antirreflexo e o bisel de SAXEM verde se diferenciam pelo seu abaulamento, adequando-se à forma dos bariletes cilíndricos – uma proeza de engenharia que permite criar um efeito de lupa no indicador de reserva de marcha.

Uma série limitada a 20 unidades

O Big Bang MP-11 de SAXEM verde é carregado manualmente por meio da grande coroa canelada que porta um relevo de tipo "parafuso sem fim" e lembra a roda helicoidal, ou por meio de uma chave elétrica de pegada Torx, inspirada nas corridas automobilísticas. Ele é equipado com uma pulseira de borracha preta com linhas oblíquas que remetem ao design da coroa. Esta joia de tecnicidade e transparência é lançada em uma série limitada de 20 unidades. Uma façanha reservada aos conhecedores.

Especificações técnicas

Caixa

Referência

911.JG.0129.RX

Diâmetro

45 mm

Caixa

SAXEM verde polido

Bisel

SAXEM verde polido com 6 parafusos de titânio banhado em preto em forma de H

Resistência à água

30 m ou 3 ATM

Vidro

Safira com Tratamento Antirreflexo

Mostrador

Mostrador em Safira

Movimento

Movimento

HUB9011 Movimento esqueleto de manufatura com corda manual, reserva de marcha, 7 barriletes associados em série e rolo de exibição de reserva de marcha

Reserva de marcha

14 dias

Pulseira e fecho

Pulseira

Pulseira em borracha listrada e estruturada preta

Fecho

Fecho-fivela dobrável em titânio banhado em preto