UM RÁPIDO AVANÇO PARA O FUTURO

Data:
Categoria: PARCERIA, Sports
PELÉ - MBAPPÉ - HUBLOT
1/9
2/9
3/9
4/9
5/9
6/9
7/9
8/9
9/9

O encontro das lendas, dos talentos, da humildade 
e da paixão!

Eles marcaram a história do futebol com sua pegada. Um encerrou sua carreira, o outro só está começando. O que os une: o amor, o respeito pelo futebol e um destino excepcional. Entre os dois, uma cumplicidade já ficou declarada desde a Copa do Mundo através das redes sociais. Hoje, a Hublot reúne os dois pela primeira vez: o melhor jogador de todos os tempos e a maior esperança do futebol mundial – que se revezam e se reconhecem. O Rei Pelé, embaixador da Hublot desde 2013, atravessou o Atlântico para ir ao encontro de Kylian Mbappé, novo embaixador da marca de relógios. Um encontro histórico, pontuado pela emoção.

Dá para perceber a generosidade de Pelé e Kylian através de um olhar, assim como seu amor pelo futebol. Esta chama, esta força que nunca se apaga, que dá vida aos grandes campeões. Eles inspiram as novas gerações de jogadores de futebol e escrevem a história do esporte. Uní-los foi algo absolutamente natural. Ao vê-los em nossa família sentimos orgulho e satisfação, porque muito antes de serem estrelas do futebol são, sobretudo, grandes homens, que promovem o respeito mútuo.
Ricardo Guadalupe,
CEO HUBLOT

É uma honra ter a oportunidade de encontrar pessoalmente Kylian. Ele simboliza a encarnação da nova geração do futebol, e carrega consigo os valores de um esporte que inspira e solidariza o mundo. Estou feliz de ver que ele simboliza a esperança de todas as possiblidades, dos sonhos nos quais devemos acreditar e pelos quais devemos lutar, independentemente das nossas origens ou estatuto social. Para mim, a chave do sucesso se resume em duas palavras: humildade e assiduidade; é essa mensagem que a nova geração deve levar consigo, e Kylian compreendeu muito bem isso.
Pelé,
Mais jovem jogador a ter ganho uma Copa do Mundo da FIFA™
Único tricampeão do mundo da história do futebol, com a seleção brasileira
Embaixador da ONU e da Unesco

Aprendi que as maiores estrelas e os melhores jogadores são os mais humildes e respeitosos, que sabem manter os pés no chão. Respeito, humildade e lucidez são valores que meus pais me transmitiram, valores que compartilho com orgulho com minha família de coração, e o Rei Pelé, que encarna perfeitamente aquilo que meus pais me ensinaram – para ser um grande jogador, primeiro é preciso ser um grande homem.
Kylian Mbappé,
Atacante
Maior esperança do futebol mundial
Mais jovem jogador a marcar dois gols na fase eliminatória e o mais jovem jogador a marcar um gol na final da Copa do Mundo, desde Pelé, em 1958

PELÉ ATRAVESSA O ATLÂNTICO PARA ENCONTRAR KYLIAN MBAPPÉ – 2 DE ABRIL DE 2019 I PARIS

A Hublot escreve uma nova página da história do futebol ao juntar Edson Pelé e Kylian Mbappé para um encontro histórico. E no caminho destes dois homens, há similitudes que chamam a atenção. Acaso ou destino? Sessenta anos separam a primeira Copa do Mundo de Pelé e a de Mbappé; mas o que não mudou em nada é o impacto destes dois jogadores sobre a história e o amor ao futebol. Pelé, Mbappé, dois símbolos atemporais e (con)sagrados do esporte mais solidário do mundo, duas gerações inspiradas em valores comuns: Humildade, Generosidade, Assiduidade.

Estes dois gigantes prematuros enlouquecem as estatísticas; ambos atacantes, fizeram da velocidade sua marca. Os dois ganharam sua primeira Copa do Mundo durante sua primeira participação e ambos foram os mais jovens jogadores (17 anos no caso de Pelé e 19 anos no caso de Mbappé) a marcarem gols e vencerem uma Copa do Mundo, quanto mais sob os auspícios da camisa de número 10. Um número altamente simbólico, que encarna o instante de equilíbrio perfeito, o momento em que os sonhos se tornam realidade. Em 1958, Pelé usou essa camisa por acaso; 60 anos depois, no caso de Mbappé, foi uma escolha.

Artigos relacionados