Resistência à Água e Teste de Cronometria

Data:
Categoria: TÉCNICA ARTESANAL
"Garantindo um desempenho ideal de todos os relógios Hublot."
1/5
2/5
3/5
4/5
5/5

Garantindo que todos os relógios Hublot funcionem perfeitamente

Para garantir que cada relógio que sai da manufatura desempenhe perfeitamente suas funções, a Hublot submete cada um de seus relógios e movimentos aos métodos de testes mais rigorosos.

Resistência à Água

O teste de resistência à água de um relógio começa com suas caixas montadas ainda desprovidas dos movimentos, que são inseridas em uma máquina de ensaio de "pressão molhada", a qual simula pressões subaquáticas em diferentes profundidades, tipicamente entre 5 e 10 bars. Para relógios como o Oceanographic 4000, que ostenta uma classificação de profundidade muito maior, é requisitada uma máquina dedicada, para se reproduzir a pressão encontrada em 4000 metros debaixo d'água.

Quando a primeira rodada de testes de resistência à água é concluída, as caixas são testadas em relação à umidade. Usando uma "bandeja quente" metálica dedicada, as caixas de relógio são colocadas em discos de metal, que são pré-aquecidos a 55°C, em seguida rapidamente resfriados em cerca de 15ºC. Se ocorrer condensação no lado interior do cristal de safira, isso indica que existe um vazamento na caixa ou umidade retida em seu interior.

As caixas de relógios testadas são então devolvidas ao departamento de montagem para serem equipadas com seus respectivos movimentos. Um teste final de resistência à água é realizado com vácuo de alta tecnologia, que não só ajuda a determinar se há um vazamento ou ponto fraco, mas também a indicar qual componente é suspeito.

Cronometria

Quando um movimento é totalmente montado por um relojoeiro, ele é levado para o departamento de cronometria. Primeiro, os movimentos são testados girando-se o relógio por aproximadamente 2 horas e em seguida deixando que ele trabalhe em uma posição fixa durante 45 minutos. Isto garante que o movimento esteja funcionando em uma frequência normal enquanto estiver sendo testado.

Como o pulso move-se constantemente em direções diferentes, os relógios são testados num total de 6 posições para imitar os movimentos do braço e pulso e determinar a frequência, a batida e a amplitude do movimento.

Depois que o movimento é testado em todas as 6 posições e os resultados são coletados, o relojoeiro pode calcular a frequência média diária. Pelos padrões da Hublot, a frequência aceitável para um movimento está entre 0 e +10 segundos de mudança por dia. Se ele ganha mais de 10 segundos por dia, ou perde qualquer quantidade de tempo, o movimento é enviado de volta aos relojoeiros para recalibragem ou remontagem, garantindo um desempenho ideal de todos os relógios Hublot.

Artigos relacionados